Pastorais
 
Publicado por: Pastorais
Data: 21/03/2018
Email:


TORNE-SE REFERENCIAL

Estamos vivendo em um tempo em que os valores estão sendo distorcidos. O que é importante acaba sendo postergado e o que não tem tanta importância ocupa nossa mente e nosso tempo. Buscando algumas referências bíblicas para a mulher contemporânea, encontramos personagens que podem nortear a nossa caminhada cristã: Gosto muito de Ester, uma moça pobre, órfã e exilada, que não tinha muitas expectativas para o futuro, contudo ao ter a oportunidade de se tornar esposa do rei, não olhou para aquilo que a incapacitaria, mas confiou que Deus tinha um propósito para sua vida. Tornou-se Rainha da Pérsia, mas o status do cargo não foi empecilho para que lutasse por seu povo em jejum, oração, estratégias e ação, sendo agente de livramento e preservação de uma raça. Também sou fã de Rute, uma jovem estrangeira e viúva, que tem a chance de voltar para sua terra e viver conforme os costumes de sua família. Mas, abre mão de sua liberdade para cuidar da sogra e servir ao seu Deus em um país estranho. Da descendência de Rute nasceu o Rei Davi e o Salvador Jesus Cristo. Em Débora, esposa, juíza e profetiza em uma época em que as mulheres não tinham voz, encontramos sabedoria e coragem. Quando Baraque receia em cumprir a ordem de Deus, Débora vai para a batalha e conquista para uma mulher a honra de vencer a guerra. Ao cantar “Desperta Débora! Desperta, desperta! Entoa um cântico.” ela traz à memória o livramento do Senhor para o seu povo, e assim nos ensina a não nos abatermos diante das circunstâncias. O que falar de Rispa que protegeu os corpos de seus filhos mesmo depois de mortos, até que o rei Davi restaurasse a dignidade de sua família. Um alerta para que não desistamos, mesmo que tudo pareça perdido. Em Maria, a mãe do salvador, eu encontro um jovenzinha cheia de sonhos que tem o coração puro diante de Deus, à qual o Senhor chama de “muito favorecida” (Lucas 1.28). Ao aceitar a proposta para gerar o Salvador, Maria aceita os riscos de uma gravidez antes do casamento. Naquela época ela poderia ser apedrejada fora da cidade. Quando aceitamos os planos de Deus para a nossa vida, Deus trabalha no coração de todos os que estão ao nosso redor, como fez ao revelar seu plano a José, que se tornou parceiro de Maria nos cuidados com o menino Jesus. Ao olharmos para a aparência de cada uma dessas mulheres talvez diríamos que não tinham condições de se tornarem destaques em seu contexto de vida, mas percebemos que, quando elas mesmas tiraram seus olhos de si e focaram na grandeza de Deus, entregaram-se confiantes naquele que é maior do que qualquer circunstância, tornando-se referencial para as mulheres do século 21. Silvana Domingues de Almeida Chagas Parabéns Mulheres!

     
  Notícias & Destaques  
 
21/03/2018 - 09:17
CURSO PARA NOIVOS 2018

11/03/2018 - 10:57
MINISTÉRIO DE LOUVOR CONVIDA



Devocionais Diario

"Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do testemunho que deram; diante da morte, não amaram a própria vida." (Apocalipse 12:11)
Eu tenho dito com frequência que a melhor defesa é o ataque. Ao invés de apenas tentar manter o nosso espaço como cristãos, deveríamos ganhar espaço. Deveríamos progredir. Devemos dizer às outras pessoas a respeito de Cristo.
Quando você se identifica como cristão, essa é uma boa maneira de passar uma imagem de pessoa de confiança, mesmo aos ateus. Ao dizer em seu trabalho "sou cristão", ou a familiares ou vizinhos "sou seguidor de Jesus", você está se firmando nessa posição e eles passarão a lhe observar e a avaliar dali pra frente.
E, objetivamente, eles estarão avaliando o próprio Deus. Estarão pensando: "Então é assim que um cristão age. É assim que um cristão trata a sua esposa. É assim que trata o seu marido. Entendi. É assim que um cristão cria os seus filhos. É assim que faz isso e aquilo..." Eles estarão vigiando. E não tem nada pior do que ter o seu comportamento corrigido por um não-cristão, especialmente quando eles estiverem certos.
Você faz algo inconsistente e seu amigo não-cristão diz: "Achei que você fosse cristão". Isso já aconteceu com você?
"Bem, eu sou cristão, louvo a Deus!"
"Então por que você fez isso?"
Talvez você devesse apenas dizer que foi porque pecou e agradecer o alerta.
Quando um cristão estiver caminhando junto com Deus, ele vai querer dizer a outros sobre Cristo.
Todos têm um testemunho, que é simplesmente a sua história. Você não precisa passar por adversidades para ter um testemunho. O que as pessoas diriam de você? Você tem um testemunho. A questão é se é um testemunho bom ou não.


Edital de Contratacao para Projeto Boia Fria Leia mais.



 
     
 

Todos os direitos reservados | © Copyright 2009 - Igreja Metodista de Santo Antônio da Platina, PR | 6ª Região - Fone: 43 3534-3114
programador Willian de Oliveira | webdesign Sandra Novalski